Viseu Esquerda

A Instrumentalização dos Números do Funicular - explicada por crianças!

Etiquetas: ,



O ridículo acerca dos números do funicular salta à vista até de modo infantil. Basta perguntar a qualquer miúdo desta cidade. Não é o “Sabe mais do que uma criança de 10 anos?” mas não fica muito atrás. A resposta será invariavelmente semelhante a estas:

P: Já andaste no Funicular?

R: Já.


P: Com quem?


R: Olha, com os meus colegas e a minha professora!


A instrumentalização dos números é óbvia e insultuosa e sendo um dos mais antigos métodos de propaganda, e tendo os jornalistas estudado estes processos de manipulação para os evitar, é-me difícil compreender porque é que não sujeitam estes e outros números a um básico contraditório. Medo a quanto obrigas? Preguiça? Inabilidade? Subserviência? Já o disse e repito: afinal o que distingue este jornalismo dos moços de recados?


Se porventura acrescentarmos à soma das escolas o "efeito novidade" e outras instituições de uma maneira ou outra dependentes ou beneficiárias dos subsídios da Câmara Municipal de Viseu, teremos uma fatia não menosprezável do total de visitantes do Funicular. Quantas escolas, associações, clubes, lares ou grupos folclóricos já não terão sido encarneirados para contemplar a “obra de regime”?


O definhar do comércio tradicional e da densidade populacional no centro histórico é evidente e esta cosmética que sai cara aos bolsos dos europeus (porque é tão criticável um beneficiário do rendimento mínimo gastar o dinheiro em minis e tremoços, como um país pobre com uma divida colossal a gastar os subsídios para o desenvolvimento em brinquedos que apenas servem ao ego de alguns políticos e aos bolsos de alguns construtores) não resolve nada e adia sob a capa da fachada o verdadeiro desenvolvimento e reabilitação.


Se o sucesso dos carris é tanto, alarguem o percurso até Nelas ou Mangualde – de funicular ou de comboio turístico!
2 comentários:

30.000,até acredito mas a maior parte foi consequência do efeito novidade e das excursões organizadas que por vezes incluiam como complemento a viagem no "comboio turístico".
Vi muitas vezes crianças de bibe e idosos satisfeitos, naturalmente!

Quanto às "notícias", sabe bem que: quem não for ao "beija-mão"...

Continue amigo

AJ


este fim de semana até estava disposto a andar. estacionei o carro junto à cava, dirigi-me ao dito, e surpresa: encerrado para obras!

talvez me apanhem daqui a outros 5 meses.


Enviar um comentário

Não serão aceites comentários em linguagem beirã*! Para isso visite www.fernandoruas2009.pt! (*insultuosa, mentecapta)

Blogues

Marcadores

O Melhor da Informação em pt

Stay Rude, Stay Rebel

Stay Rude, Stay Rebel
Stay rude against facist regimes, Stay rebel against politicians dreams, Stay rude and fight back injustice, Stay rebel against racial prejudice, Stay rude and stay cool, Stay rebel be nobodys fool, Stay rude against any command, Stay rebel take your life in your hand, Sharpskins remember their roots, Think with their brains not with their boots...

Author

E porque a democracia não se esgota na política e a cidadania no voto, este espaço está aberto a tod@s @s que queiram contribuir! Seja um texto ou uma imagem, um vídeo ou uma música, um poema ou um disparate!

Podem enviar para:Viseuesquerda@gmail.com


Video Esquerda

Loading...

Text Widget

Text Widget

Com tecnologia do Blogger.

Seguidores