Viseu Esquerda

Carta (Post!) Abert@ a Pedro Peixoto (CDS-Viseu)

sábado, setembro 12, 2009
Caro Pedro Maria, rebaterei em alguns pontos as tuas críticas, com direito a 1ª página e tudo, mas antes de mais fica aqui o link para o texto em questão (Quando os Títulos Valem Mais do que Pessoas) para que tod@s saibam do que estamos a falar:

1- nem foi aqui que se levantou a questão dos títulos académicos em primeiro lugar, por isso não entres numa de vitimização ou mania de perseguição porque isso é apanágio do Eng. Sócrates, e neste ponto, nem eu, nem tu certamente, queremos roubar-lhe essa quota de mercado... Isso foi um assunto abordado, com bastante humor aliás, no "made in viseu" e na caixa de comentários do "Viseu Senhora da Beira". Se não reconheço tendências políticas no made in viseu, já no Srª da Beira há um apoio mais ou menos declarado à candidatura do Francisco, ou Dr.Francisco como queiras chamar, e o Viseu Esquerda não podia deixar escapar este caso único da política local e quem sabe nacional: conheces alguma lista em que os candidatos tenham o título antes do nome? Eu não, conheço é listas em que depois do nome se refere a profissão do candidato.
2- E é aí que o teu argumento constitui uma falácia, porque se afirmas que “ a experiência profissional será previsivelmente uma maior garantia de competência técnica” não é colando ao nome um Dr. ou um Eng. que o farás, porque um Dr. pode ser um médico ou um advogado, um professor ou um doutorado, e para um caloiro um Dr. até é uma pessoa que veste aquelas capas negras do batman e se lhe dirige com a verborreia e disparates do costume... Mas a prova de que até concordas com esta observação é o facto de que após o nome do candidato Dr. Francisco Mendes Silva vem a profissão que exerce, e que é a de advogado, ou seja, o título só por si não vale muito, alimenta se calhar é o ego... e não é por haver uma lista com o Dr. Dias Loureiro, o Dr. Oliveira e Costa e o Dr. Vale Azevedo que esta se torna mais credível, ou é? Porque como em tudo na vida, há bons e maus médicos, há bons e maus advogados. E não quero com isto dizer que no CDS são todos maus, ou todos bons, afirmo apenas que tal referência não se justifica de todo.
3- Depois questionas: “Acham que o comum cidadão dá algum relevo a comentários como este?” Bem, tu deste relevo à questão, logo não és um cidadão comum, mas se calhar o que a política precisa talvez seja mesmo isso, mais cidadãos comuns para que se governe realmente para as pessoas. E isso chama-se democracia participativa, e isso não se consegue só com cidadãos ilustres!
4- Afirmas que criticável é “impingir-se candidaturas e isso sim verifica-se nas freguesias da cidade”. Podes traduzir? Estás a falar de quem e do quê? Ou apenas queres atirar barro à parede para ver se cola? Eu conheço o grande trabalho de persuasão feito por vós para que garantissem o máximo de candidaturas, e sei que esse tiro vos pode sair pela culatra. Mas queres insinuar o quê? Que há candidatos que o são sem o quererem? Questionas a sua livre escolha enquanto cidadãos? Ou queres antes dizer que não se enquadram nos valores por nós propagados? É que dentro de certas normas valorativas existe uma pluralidade de opiniões, ou no CDS há correntes únicas de pensamento? Eu creio sinceramente que não.
5- Não critico ideias do CDS local apenas porque a tal não estou obrigado. Não são poder, não têm qualquer responsabilidade na governação da autarquia, pelo que não me peças para andar a ler o programa de um partido conservador que se afirma jovem, com todas as contradições daí inerentes, porque um jovem anseia por mudança, por progresso e não pela conservação de uma moral que desde há muito não se enquadra na sociedade portuguesa. Talvez não se note tanto a nível local, mas é essa a imagem que transmitem a nível nacional.
6- Agora a questão da censura era desnecessária e até chega a ser insultuosa porque aqui até os comentários mais obscenos são publicados se não constituírem qualquer crime de difamação ou outro. Obviamente. Censura fez o governo de Santana e Portas ao “despedirem” Marcelo de Rebelo de Sousa da TVI, apesar da gritaria que agora se ouve por aí em relação a Moura Guedes...
7- Em jeito de despedida, fico contente que tenhas passado por aqui e espero que o faças mais vezes. Não sou de todo Anti-CDS e tenho muitos amigos e colegas aí militantes apesar das diferenças ideológicas que nos separam. Um deles até esteve no meu casamento recentemente e teve certamente conversas interessantes com os esquerdistas. E sim, os bloquistas também se casam, neste caso civilmente e com uma mulher vê lá! Talvez assim possas aferir melhor quem eu sou, até porque já foste da minha turma no liceu! (só se houver mais Pedros Peixotos pelo CDS Viseu).
8- De resto, e apesar das nossas diferenças, um grande abraço e um desejo sincero de um bom resultado eleitoral, desde que isso passe pela redução da percentagem de votos em Fernando Ruas claro! E deixa o azedume de lado porque o humor é sempre melhor arma! E como podes verificar esse post até tinha uma tag "humor" e no site do Francisco Mendes já não há nem Dr. nem Eng.! E esta, hein?


*e fica aqui o teu comentário para quem não o leu no post original:

Reparei que a única crítica que o Bloco tem relativamente ao CDS é aos supostos títulos académicos. Que mediocridade, em política criticam-se ideias, projectos e não banalidades como esta! Já pararam para pensar que se calhar a experiencia profissional será previsivelmente uma maior garantia de competência técnica? É que estes comentários bloquistas mais parecem um atestado de incompetência às pessoas que os lêem! Acham por acaso que o comum cidadão dá algum relevo a comentários como este?

Criticável é sim impingir-se candidaturas e isso sim verifica-se nas freguesias da cidade.
Já agora, contrariamente aquilo que o bloco defende espero bem que este comentário não seja censurado, porque aí sim estaremos perante bloquistas não convictos.
Pedro Peixoto
Read On 8 comentários

Primeiro Comício do Bloco de Esquerda em Nelas esgotou auditório!

sexta-feira, setembro 11, 2009

Foi num auditório repleto que decorreu ontem o 1º comício do BE em Nelas, concelho de António Minhoto - candidato à Assembleia da República por Viseu, e que contou com a presença ainda da euro-deputada Marisa Matias, do coordenador Francisco Louçã e do Mandatário Padre Costa Pinto.
As intervenções começaram pelo mandatário que empenhando curiosamente a Bíblia (quem nos acusa de radicalismos anda muito enganado)para sustentar o seu apoio ao "partido em que a doutrina mais se assemelha com o evangelho".
Seguiu-se Marisa Matias que enfatizou o apoio de Minhoto ao trabalho científico desenvolvido por esta na denúncia dos altos níveis de radioactividade que se sentem na região e que tantas doenças provocam, assunto completamente esquecido por Junqueiro, Arnaut e outros eleitos do distrito que por ele nada fazem a não ser olhar para os próprios umbigos.
Minhoto prometeu a criação de um gabinete em Viseu caso seja eleito e continuar a sua luta por mais e melhor saúde, pela ligação à ferrovia, pela defesa do pequeno comércio.
Já no fim da noite Louçã fez um ataque cerrado a Sócrates e ao fanatismo do PS na privatização cega do bem público, ao fanatismo de sócrates no ataque aos trabalhadores com um código que nem bagão Félix ousou legislar.
Read On 0 comentários

Todas as diferenças entre o Bloco e o PS na politica fiscal! Texto de Francisco Louçã!

quinta-feira, setembro 10, 2009

Ainda a propósito do debate entre Louçã e Sócrates, aqui fica uma explicação entre as diferentes políticas fiscais dos programas do PS e BE. Texto de Francisco Louçã:

A primeira diferença é sobre o combate à evasão fiscal. Para o PS, tudo está a correr bem. A maioria absoluta recusou a proposta do Bloco (inicialmente aprovada por todos os deputados do PS menos um) de levantamento do segredo bancário. E deixou tudo na mesma. Para o Bloco, só há duas formas de combater a evasão fiscal: a comparação entre os rendimentos declarados e os rendimentos registados no banco, e o registo de todas as transferências para offshores. Nenhuma delas está a ser aplicada, como devia.
Segundo a lei, as transferências para os offshores já deviam estar a ser registadas. Mas não acontece nada. No primeiro semestre deste ano, mais de 6 mil milhões de euros foram transferidos para os paraísos fiscais, não pagando imposto. O que se perdeu daria para pagar a nova ponte sobre o Tejo.

Pior ainda: o governo orçamentou 1796 milhões de euros de benefícios fiscais para o offshore da Madeira. O que assim se perdeu pagaria 4 grandes hospitais nacionais. O PS tem sido o governo do desperdício fiscal.

Mas ainda pior: no combate à corrupção, o PS aprovou uma lei que estabelece que os rendimentos injustificados - e cujo detentor não quer justificar - pagam uma taxa ao fisco e ficam perdoados. A corrupção agradece esta forma de branqueamento.

Mas existe, como ficou claro no debate com Sócrates, uma segunda grande diferença sobre os benefícios fiscais. A posição do Bloco é clara. O sistema deve ser mais simples, com menos deduções, e com impostos mais baixos para quem trabalha. As deduções e os benefícios só servem para quem tem mais recursos e mais informação, e são uma forma regressiva de imposto, prejudicando sempre os cidadãos com menor poder de consumo. Assim, há três grandes benefícios que devem ser discutidos.

O primeiro é o da saúde. Para o Bloco, devem continuar a ser deduzidos os custos de serviços de saúde que sejam indispensáveis e para os quais não haja garantia de oferta pública: consultas, análises, medicamentos, medicina dentária. Mas não tem sentido que, como acontece agora, sejam deduzidos os custos de champôs. Em todos os casos de tratamentos de saúde no Serviço Nacional, devem ser gratuitos (e não se devem pagar taxas, como as inventadas por Manuela Ferreira Leite ou por Sócrates), e por isso não podem ter deduções. Essa posição é partilhada pelo Bloco e por fiscalistas como Saldanha Sanches, ou por socialistas tão insuspeitos como Vital Moreira (ver aqui, aqui e aqui).

O mesmo se diga das deduções para a educação. O Bloco defende a frequência gratuita de dois anos do pré-escolar. E os manuais gratuitos na escolaridade obrigatória (com um sistema de empréstimo de livros, fica mais barato do que o sistema actual). E o fim das propinas no superior. Por isso, não deve haver dedução quando existe oferta pública de qualidade e alguém, livremente, decide optar por uma escola privada. Pelo contrário, Sócrates quer uma educação com promoção dos privados e muito cara no público (propinas que podem chegar a 900 euros). Aqui está a diferença.

Finalmente, os PPR. Os PPR prometem um complemento de reforma e garantem uma dedução fiscal. Assim, todos os contribuintes pagam para os subscritores dos PPR, e os bancos fazem o negócio. O problema é que o rendimento dos PPR é insignificante, e assim vai ser inútil como complemento de reforma. Convido quem tenha dúvidas a reler o balanço anual do seu PPR e a verificar a rentabilidade. Qualquer depósito a prazo teria melhor resultado. O que os bancos fazem, e isso explica os péssimos resultados dos PPR, é jogar o dinheiro em acções na Bolsa: quando a Bolsa cai, os fundos afundam; quando ganha, os bancos cobram comissões e as pessoas ganham pouco. Os bancos ganham sempre, as pessoas perdem sempre, e os contribuintes financiam o sistema. Este sistema é absurdo e só é suportado pelo fisco.
Read On 0 comentários

Secção Cor-de-Rosa: Vídeo dos bastidores do debate entre Louçã e Sócrates

quinta-feira, setembro 10, 2009

Fica é a questão: como é que isto foi parar à WEB? Não terá sido porque o sinal estava a ser recebido em Queluz, mais concretamente na TVI?
Read On 0 comentários

Manuela Ferreira Leite confundiu ontem o IRC com o IRS, não uma, mas 4 vezes!

quinta-feira, setembro 10, 2009
Uma ex-ministra das finanças que confunde o irs com o irc comete uma gaffe. Agora quando o faz reiteradamente, 4 vezes no debate de ontem, deita abaixo aquela argumentátia do rigor. Fica aqui o vídeo com a política da verdade!
Read On 0 comentários

A miséria no Bairro Municipal não se resolve com pinturas de fachada e alcatrão!

quinta-feira, setembro 10, 2009
A propósito das obras de fachada realizadas pela edilidade para esconder a miséria que graça em algumas famílias e a falta de salubridade de muitas habitações, saiu hoje esta notícia no jn.
A situação será exposta Sábado pelo Bloco de Esquerda numa visita ao Bairro pelas 16h30. A todos os que manifestam preocupação com a falta de dignidade com que estas pessoas têm sido tratadas, fica o apelo para que compareçam.
Read On 2 comentários

Tod@s a Nelas! Comício com Francisco Louçã, António Minhoto e o Padre Costa Pinto! Dia 10 - 21h30 - Edifício Multiusos

quarta-feira, setembro 09, 2009


Em Nelas arrancará a campanha do Bloco de Esquerda no distrito de Viseu com um comício em que estará presente o coordenador do BE, Francisco Louçã, o cabeça de lista António Minhoto e o Mandatário Padre Costa Pinto. A não perder!

Domingo irá realizar-se o almoço nacional do bloco de Esquerda no Pavilhão Atlântico:
Inscrições através do tm: 925417131 ou mail: bloco.iniciativas@bloco.org Sairá um autocarro de Viseu, informem-se em: http://viseu.bloco.org/index.php?option=com_frontpage&Itemid=1
Read On 2 comentários

A melhor resposta à crise é... o humor!

quarta-feira, setembro 09, 2009
Num blog que se quer de todo@s e para todo@s, eis que chega ao Viseu Esquerda a contribuição do amigo Esteves!

Fala-se muito da crise financeira mas quase ninguém no fundo sabe do que está a falar, por isso aqui vai um contributo para que percebamos melhor o que move estes iluminados e o capitalismo em geral:

Para entender a crise financeira mundial
The Last Laugh - Subprime - John Bird & Fortune


A Crise do Crédito Visualizada
parte1


part2
Read On 0 comentários

Expovis planeia demolir Feira de São Mateus!? Dia 17! E ainda bem!

quarta-feira, setembro 09, 2009


Endónia + Motim + Redsocks + Estado de Sitio!

Todos ao Vivo na 1ª Festa Punk da Feira de S. Mateus a 17 de Setembro pelas 21h - Entrada Gratuita

Nas palavras da outside "para acabar com a monotonia habitual (salvo raras excepções) de ranchos e "pimbalhadas" presente no palco da Feira de S. Mateus, vamos trazer até vós 4 bandas para apunkalhar Viseu com força. A entrada é gratuita, por isso desta vez não há desculpas!"

Pois não! Pode ser que se ajude os feirantes a desmontar a tenda!







Read On 1 comentários

A Febre Eleitoral chega ao recibo da água!

terça-feira, setembro 08, 2009
Por cá, a Febre eleitoral de Fernando Ruas está-se a tornar viral. Agora até no recibo da água. Ginestal denunciou que onde antes se lia "2009 - sem aumento de preço", agora pode ler-se "2009 - C MV não aumenta preço". Será que este já respeita o novo acordo ortográfico? Ou será um ajustamento à tão famosa linguagem beirã?

E Já não bastava utilizar o site da CMV, o folheto da Volta a Portugal, as imagens da "obra" no seu HI5, o pavilhão multiusos... como espaços de propaganda?

O Presidente já respondeu: "A queixa à CNE é um acto desesperado. Pegam em pormenores, porque andam aflitos. E têm razões para isso". Então mas se os pormenores não lhe interessam sr. presidente e se a obra é suficiente para ser re-eleito porque raio alterou a mensagem, que em si é um pormenor?
Read On 0 comentários

Do Irão chegam imagens chocantes e não aconselháveis a pessoas mais susceptíveis!

terça-feira, setembro 08, 2009
Enquanto no Sudão a jornalista condenada a 40 chibatadas pelo uso de calças foi "apenas" sujeita a 200 US$ de multa após pressão da comunidade internacional, já no Irão não houve perdão para estas pecadoras, algumas com apenas 12 anos, que não tiveram a mesma sorte e foram condenadas à morte precoce!


Read On 0 comentários

A Política de Verdade de Manuela chegou à Madeira

segunda-feira, setembro 07, 2009

Manuela Ferreira Leite, em nome de uma "Política de Verdade" foi à Madeira, deslocando-se na ilha num carro oficial do governo regional garantindo que "não há asfixia democrática" na ilha. Pois não!

Com estas verdades envergonham a mentira!
Read On 0 comentários

Debate entre Francisco Louçã e Ferreira Leite: Vídeo Integral!

segunda-feira, setembro 07, 2009

As expectativas sobre o desempenho de Ferreira Leite no debate que a opôs a Louçã eram tão baixas que os analistas do bloco centrão que se tomam como neutros se apressaram logo a confirmar que afinal a senhora até se saíu bem. Será que viram o mesmo debate do que eu? Fica aqui o vídeo para quem não assistiu ao mais interessante confronto político da série de debates que preencherá a agenda para que tirem as vossas conclusões.

E porque é que as iluminárias que criticam em uníssono o fim dos monopólios privados não fazem a questão que se impõe ao discurso da velha senhora que Manuela Ferreira Leite tem acerca da família:

Se o casamento é para procriação, concorda com o casamento entre pessoas idosas a quem não está permitida a adopção? Ou o casamento é para procriação apenas porque é uma boa maneira de se ser contra o casamento homossexual sem o dizer concretamente? E os casais inférteis a quem MFL negou a procriação medicamente assistida? Podem-se casar? E os casais que não querem ter filhos? Não se deviam casar?

Pensei que esta argumentária tinha ficado esquecida lá nos confins do século XX, mas parece que não, parece que saltou directamente do célebre programa da RTP "Conta-me como foi" para o PSD 2009 de Ferreira Leite.
Read On 0 comentários

XVI Salão de Banda Desenhada de Viseu - De 13 a 16 de Setembro

segunda-feira, setembro 07, 2009
PROGRAMAÇÃO

EXPOSIÇÕES: de 13 a 26 de Setembro 2009 – ENTRADAS LIVRES

Núcleos expositivos:

- Biblioteca Municipal (Coleccionismo na BD – Super - Heróis – colecção particular de Daniel Almeida, sócio do Gicav)

- Museu Grão Vasco - D. Afonso Henriques em traços largos – representações do rei conquistador na BD
- IPJ Viseu – País convidado – Roménia (Alexandru Ciubotariu, Marian Radu, Dodo Nita e outros); Pedro Massano – prémio Animarte BD 2008;
Vasco Granja – homenagem; Galeria dos Super Heróis; Fanzine Luminus Fantasia (manga em português); Daniel Maia, Universo Manga – 19 propostas,
Concurso Gicav 2009; Super - português (super heróis em português)
- Fórum Viseu – casa das artes – “O cavaleiro das trevas” – Batman a preto e branco
- Lugar do capitão – Hugo Teixeira – “Monótonos monólogos de um vagabundo”

CICLO DE CINEMA (infância e juventude): de 21 a 25 de Setembro, no IPJ


marcação prévia de turmas e grupos – os filmes a projectar: BOLT (EUA, 2008)- um cão transformado em Super-Herói de uma séria televisiva, vive
num gigantesco cenário, acreditando nos seus super-poderes, sem consciência dos milagres que os efeitos especiais produzem na sua interpretação.
Como numa fábula, Bolt vai querer conhecer os seus limites e viver a sua própria realidade; O HERÓI (China, 2002) - O Herói é uma super-produção
chinesa, realizada por Zhang Yimou, cineasta que concebeu a cerimónia oficial de abertura dos Jogos Olímpicos de Pequim em 2008. Sete reinos lutam
pela conquista do território que viria a formar a China. Com recurso a coreografias de grupo, efeitos especiais e novas tecnologias, consegue
transformar o cinema popular de acção num filme de culto.

PAMPLINAS, o maquinista (EUA, 1927) - Buster Keaton, a par de Chaplin e Lloyd, completa o grande trio de cómicos do cinema mudo.
No seu filme mais famoso, Pamplinas, Keaton expõe a sua coragem de dispensar duplos nas várias peripécias da história, e como um
super-herói culmina a longa perseguição da locomotiva numa extraordinária cena de acção, com cenários e truques de realização grandiosos para a época.

· FEIRA DO LIVRO – DIAS 19 E 20 – IPJ – Livraria Dr. Kartoon – Coimbra (comics, bd franco – belga e nacional, …)

· SESSÃO DE AUTÓGRAFOS – com a presença dos artistas Pedro Massano, Daniel Maia, Hugo Teixeira; Catarina Guerreiro, Tânia e Telma
Guita (fanzine Luminus Fantasia), os romenos Alexandru Ciubotariu, Marian Radu, Dodo Nita – dia 19, Sábado, pelas 18.00 Horas, no IPJ – salão de exposições

· ATRIBUIÇÃO PRÉMIO ANIMARTE 2008 (GICAV)– Pedro Massano – dia 19, 16.30H – IPJ ; atribuição de Menções Honrosas/Entrega
de prémios do Concurso Gicav BD 2009

· LANÇAMENTOS EDITORIAIS: Dia 19 – 18.00 Horas : Revista Anim’arte N.º 72 (edição Gicav) ; Ilustre Gente da Beira II – Lafões
(edição Gicav); Fanzine “Monótonos monólogos de um vagabundo” – entrevista com Hugo Teixeira – (BDJornal/Machado Dias); apresentação do
n.º2 do fanzine “Luminus Fantasia”

· ESPECTÁCULO TEATRO – DIA 19 – 21.30 Horas – Auditório IPJ – Quem és tu Afonso Henriques? – Companhia Teatro 3 – Gicav – entrada livre
Read On 0 comentários

Anónio Minhoto apresentou Manifesto de Apoio à sua candidatura no Fontelo

segunda-feira, setembro 07, 2009

Foi hoje apresentado na Mata do Fontelo o Manifesto de apoio à candidatura independente de António Minhoto à Assembleia da República pelo Bloco de Esquerda e intitulado:

PELO DESENVOLVIMENTO SUSTENTADO DO DISTRITO DE VISEU!
POR UM PORTUGAL SEM MEDO DE EXISTIR!

Na intervenção feita aos jornalistas, António Minhoto salientou que o apoio vindo de vários quadrantes políticos, partidários e sociais se deve à coerência demonstrada ao longo de 40 anos de luta na defesa dos legítimos interesses das pessoas.
Exemplo concreto disso foi o apoio sempre dado aos ex-mineiros vetados ao abandono pelas várias tutelas, aos utentes da região que ficaram órfãos do Serviço Nacional de Saúde, passando pela reivindicação de mais e melhores transportes públicos ou pela oposição aos sucessivos licenciamentos de grandes superfícies que têm destruído o pequeno comércio e respectivo rendimento das famílias.
E aqui contra-atacou as sucessivas declarações de Manuela Ferreira Leite que se tem tentado impor como o arauto na defesa da família tradicional, relembrando que foi a ex-ministra das finanças a estabelecer o PEC (Pagamento Especial por Conta) que tanto entrava a vida dos comerciantes, referindo ainda o facto de que os horários alargados não ajudam em nada à convivência familiar, nem sequer monetariamente, porque raramente são pagos como tal.
António Minhoto finalizou a intervenção com algo que é sintomático do declínio evidente que se tem vindo a notar no tecido comercial da região: “enquanto a Visabeira manda abaixo um shopping com poucos anos para construir outro ainda maior, o pequeno comerciante nem sequer consegue verbas para mandar arranjar por exemplo uma porta.”
Read On 0 comentários

Novo Cartaz Eleitoral do PSD! Não é mas podia ser!

domingo, setembro 06, 2009

Nova Bazookada certeira!
Não é mas como isto anda, podia ser! Porque se até no HI5 as fotos do candidato se confundem com a obra do presidente, isto então não me surpreenderia nada.
Read On 0 comentários

Vídeo: Se isto é ser de Esquerda nem imagino o que será ser de Direita! Por Carolina Patrocínio...

domingo, setembro 06, 2009

Já tinha lido acerca da entrevista de Carolina Patrocínio e dos caroços descascados pela empregada. Mas não tinha ainda visto o Vídeo integral! Com este exemplo da Mandatária para a juventude, de quem Sócrates disse ser o exemplo do que "os jovens anseiam para o futuro",o que é que o PS quer transmitir aos novos eleitores? Que a futilidade subiu na escala dos valores humanos e socialistas? E às vezes ainda têm a coragem de vir com a história da esquerda caviar... E se assim for, pelo menos façam-no com mais classe, como no delicioso texto do fedorento direitista Diogo Quintela que aqui podem ler, publicado pela revista Pública da semana passada.

Demais!
Read On 3 comentários

Buraka entopem Feira de São Mateus! A oferta cultural é tão pouca que quando há ninguém quer perder!

domingo, setembro 06, 2009
Quem ontem se deslocou à Feira de São Mateus para assistir ao concerto dos Buraka Som
Sistema teve de esperar até uma hora para comprar bilhete visto as filas serem em alguns casos de centenas e centenas de pessoas que se acotovelavam para tentar entrar em tempo útil. Muitos entraram, muitos desistiram , muitos ficaram à porta e muitos compraram bilhete para verem o concerto já terminado.
A organização não disponibilizou mais pontos de venda de bilhetes para suprir a enchente acabando por perder milhares de clientes que desistiram.
A oferta cultural na cidade no que toca a este tipo de espectáculos é tão pobre que quando existe há sempre um mar de gente sedento de quebrar a rotina de monotonia que caracteriza a noite viseense.
Fica a prova de que temos público/procura mas não temos é oferta. E se os privados avessos ao risco não se chegam à frente nesta aposta, compete à autarquia proporcionar mais vezes o acesso à cultura pelo qual tantos e tantos cidadãos anseiam e que se vêm bastas vezes obrigados a ir à vizinhança para assistir a bons espectáculos. E quem não costuma ir frequentemente a Aveiro, Coimbra, Tondela (acert), Águeda (Orfeu), Carvalhais(Andanças)... para fugir ao marasmo que caracteriza muitos dos nossos fim-de-semana locais?
Read On 1 comentários

Blogues

Marcadores

Arquivo do blogue

O Melhor da Informação em pt

Stay Rude, Stay Rebel

Stay Rude, Stay Rebel
Stay rude against facist regimes, Stay rebel against politicians dreams, Stay rude and fight back injustice, Stay rebel against racial prejudice, Stay rude and stay cool, Stay rebel be nobodys fool, Stay rude against any command, Stay rebel take your life in your hand, Sharpskins remember their roots, Think with their brains not with their boots...

Author

E porque a democracia não se esgota na política e a cidadania no voto, este espaço está aberto a tod@s @s que queiram contribuir! Seja um texto ou uma imagem, um vídeo ou uma música, um poema ou um disparate!

Podem enviar para:Viseuesquerda@gmail.com


Video Esquerda

Loading...

Text Widget

Text Widget

Com tecnologia do Blogger.

Seguidores